Pesquisadores começam a remover fósseis de animais que viveram há mais de 10 mil anos em Inhapi

0
81

2Pesquisadores do museu de história natural da Ufal começaram o trabalho de remoção de fósseis de animais que viveram há mais de 10 mil anos, o material histórico desperta curiosidade e também o orgulho nos moradores da cidade.

Os técnicos trabalharam para retirar o material que está aqui a mais de 10 mil anos, os fósseis foram encontrados no sítio Lagoa zona rural de Inhapi, e o diferencial está na diversidade de animais, no local a equipe trabalha para retirar fósseis de uma preguiça gigante e parte da bacia de um mastodonte animais que chegavam a 5 metros de altura e pesar 6 toneladas, o material foi encontrado no terreno do agricultor Antenor Romualdo Costa.

Segundo o professor Jorge Luiz, Inhapi no sertão alagoano tem a maior diversidade de espécies do estado. “Nós ja conseguimos identificar dentro do material já coletado 11 espécies de mamíferos Pleistocênicos, que iam desde um animal pequeno como um tatu-bola, já encontramos fósseis de carapaça de um tatu-bola até fósseis da preguiça gigante”

Uma parceria entre o setor de paleontologia do Museu de história natural da Ufal e a Prefeitura de Inhapi pretendem implantar uma casa de cultura no município.

1

3

4

5

Por Inhapi em Foco
Com AL TV

LEAVE A REPLY