SEGURANÇA: Renan garante contratação da reserva da PM depois de setembro

0
273

1c5fa286dd8e5fb44d06856686288815aed1c8d9Manter a redução da violência obtida nos primeiros seis meses deste ano é um dos desafios apontados pelo governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), que terá que contar com o apoio da tropa da Polícia Militar. Para isso, ele promete negociar subsídio, mas só para os próximos anos, e garantiu contratar a reserva técnica do concurso de 2012.

De acordo com Renan, que falou à imprensa nesta terça-feira (23), durante inauguração da ampliação da Unidade de Cirurgia Vascular e Endovascular do HGE, em Maceió, a nomeação dos aprovados será feita depois que o Estado se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal, o que está previsto para acontecer até setembro.

“Vou contratar, mas não posso agora, ou serei retirado do cargo de governador por improbidade administrativa. Tenho até o próximo trimestre para trazer o Estado para dentro da LRF”, disse. “Assim que trouxer o Estado para a LRF, vou contratar. Farei tudo para manter a redução da violência”, completou.

Reajuste

Outra demanda da PM que terá que ter a atenção do governador é o reajuste do subsídio dos policiais militares. Renan alega que a tropa já teve aumento este ano, enquanto a categoria diz que o valor não é referente às perdas com a inflação. “Foi maior do que todas as outras categorias. Foi contratado no governo passado para este governo pagar, e pagamos a primeira parcela. Tem outra para julho”, declarou.

Novo aumento para os militares, só nos próximos anos. “Um governo não pode resgatar um débito histórico”, considerou.

Por TNH1

SHARE

Comentários no Facebook