SEGURANÇA: Renan garante contratação da reserva da PM depois de setembro

0
245

1c5fa286dd8e5fb44d06856686288815aed1c8d9Manter a redução da violência obtida nos primeiros seis meses deste ano é um dos desafios apontados pelo governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), que terá que contar com o apoio da tropa da Polícia Militar. Para isso, ele promete negociar subsídio, mas só para os próximos anos, e garantiu contratar a reserva técnica do concurso de 2012.

De acordo com Renan, que falou à imprensa nesta terça-feira (23), durante inauguração da ampliação da Unidade de Cirurgia Vascular e Endovascular do HGE, em Maceió, a nomeação dos aprovados será feita depois que o Estado se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal, o que está previsto para acontecer até setembro.

“Vou contratar, mas não posso agora, ou serei retirado do cargo de governador por improbidade administrativa. Tenho até o próximo trimestre para trazer o Estado para dentro da LRF”, disse. “Assim que trouxer o Estado para a LRF, vou contratar. Farei tudo para manter a redução da violência”, completou.

Reajuste

Outra demanda da PM que terá que ter a atenção do governador é o reajuste do subsídio dos policiais militares. Renan alega que a tropa já teve aumento este ano, enquanto a categoria diz que o valor não é referente às perdas com a inflação. “Foi maior do que todas as outras categorias. Foi contratado no governo passado para este governo pagar, e pagamos a primeira parcela. Tem outra para julho”, declarou.

Novo aumento para os militares, só nos próximos anos. “Um governo não pode resgatar um débito histórico”, considerou.

Por TNH1

LEAVE A REPLY